Tools

capa vestidos

Há desde o da rainha escocesa Mary Stuarty (século 16), até o de Meghan Markle, ao se casar, em 2018, com o príncipe inglês Harry

Vestidos de noiva usados entre a idade média e o período contemporâneo estão reunidos numa exposição organizada pelo curso de moda da Universidade Estadual de Maringá, em Cianorte.

As peças estão na prefeitura da cidade, local da mostra, até o dia 24 de setembro, durante horário comercial, com acesso totalmente gratuito.

Os vestidos foram confeccionados pelos alunos do 2º ano do curso nas disciplinas de Tecnologia da Confecção (orientado pela professora Maria Helena); Modelagem (orientado pela professora Regielem Dias) e História da Moda Contemporânea (orientado pelo professor Ronaldo Vasques).

meninas e ronaldo 1

Trata-se da exposição cujo título é “A trajetória dos vestidos de noivas da Idade Média ao contemporâneo”. Aos interessados em saber como surgiu essa tradição de vestido de noiva que tanto nos fascina, os responsáveis pela exposição respondem que não existe uma data exata, mas já na Bíblia há relatos de vestes especiais utilizadas para o dia do matrimônio, nada parecido com o que temos hoje. 

Na idade média, os vestidos podiam ser de qualquer cor, inclusive usava-se vermelho e preto. Nesta exposição, estão sendo mostrados vestidos de importantes rainhas, como a escocesa Mary Stuarty (século XVI), Maria de Médice (século XVII) e a Rainha Inglesa Vitoria (século XIX), que dissemina e evidencia a cor branca. 

vestidos brancos

O vestido icônico com mangas bufantes, usado pela Princesa Diana (século XX), também está presente. E, para encerrar, ainda há o vestido com decote canoa, de Meghan Markle (século XXI), que se casou com o príncipe inglês Harry.