Tools

2019 09 19 Jantar 50 anos do ILG 01

Funcionários do ILG durante jantar especial em alusão ao jubileu de ouro

Galeria de fotos do jantar

 

O Instituto de Línguas (ILG) da Universidade Estadual de Maringá (UEM), referência no ensino de idiomas, completou 50 anos de existência em agosto. São aproximadamente 7,3 mil alunos formados até o momento, muitos dos quais tornaram-se profissionais de diversas áreas, inclusive de docência. E para comemorar o aniversário, na noite de ontem (19) houve jantar no Haddock Buffet de Maringá (PR), onde houve homenagens e lançamento deste vídeo institucional.

Atualmente há por volta de 650 estudantes e 17 funcionários, incluindo professores especialistas, mestres e doutores. E na continuidade das comemorações do ILG, no mês que vem estão previstas apresentações culturais e exposição de fotos. Estas fotografias, montadas em linha do tempo, foram disponibilizadas em primeira mão ontem, no hall de entrada do salão do jantar.

 

2019 09 19 Jantar 50 anos do ILG 02

Convidados prestigiam evento, realizado no Haddock Buffet de Maringá

 

2019 09 19 Jantar 50 anos do ILG 03

Fotos ajudam a contar percurso de 5 décadas do instituto

 

E segundo Cristina Mott Fernandez e Elvira Mileo Ganassin, respectivamente chefe e coordenadora pedagógica do ILG, neste ano comemorativo o instituto planeja iniciar aulas para crianças a partir de sete anos de idade e cursos de inglês específicos para negócios e apresentação de seminários internacionais.

O ILG oferece cursos regulares para as comunidades interna da UEM e externa, com quatro horas semanais cada, de inglês, espanhol, francês, italiano e alemão. As aulas são à tarde e à noite. Em três anos e meio, o aluno consegue ir do nível iniciante ao avançado e, assim, conquistar o seu tão sonhado certificado. Para quem quiser conseguir uma das disputadas vagas em algum dos cursos precisa ficar atento às novas inscrições, a serem abertas em outubro de 2019 e abril de 2020.

Também há cursos especiais, como os de conversação e preparatórios para exames de proficiência, o para a Universidade Aberta à Terceira Idade (Unati), o para o Hospital Universitário Regional de Maringá (HUM) e o de capacitação de docentes da rede estadual de educação básica. O ILG tem, ainda, parceria com o Escritório de Cooperação Internacional (ECI) da UEM.

É por meio do ILG que ocorre união da universidade e da sociedade em atividades de inclusão relacionadas às línguas portuguesa e estrangeiras. Os estudantes do ILG têm acesso a materiais didáticos, monitorias, plataforma on-line como complemento de estudo, salas climatizadas e com equipamentos multimídia. “O aluno tem condições de sair muito bem formado. Muitos professores, só por passarem pelo ILG, são contratados em escolas”, afirma Fernandez.

 

A história do ILG

Em agosto de 1969, a professora Maria Ignez Tílio criou o ILG. Sete anos mais tarde, o Laboratório de Línguas do ILG foi implantado: é o primeiro da região e funciona até hoje, voltado à preparação para exames.

Em 1992, o ILG ganhou casa nova: os blocos 29 e 30 da UEM, onde está até hoje. Na mesma época foi criada a coordenação técnica, que faz serviços de versão, tradução e revisão de artigos científicos.

Na comemoração de 25 anos, no ano de 1994, o instituto ganhou o slogan “Abrindo Caminhos”, criado pelo professor Antônio de Assis. E agora, no jubileu de ouro, há lançamento do selo comemorativo dos 50 anos do ILG.

 

ILG50 01

Em 5 décadas, ILG formou 7,3 mil pessoas; hoje em dia há 650 estudantes

 

ILG50 02

Selo comemorativo dos 50 anos do ILG da UEM