Tools

2019 09 23 Reitores se reunem na SETI 1 2

Apiesp entregou ofício a Pontes pedindo a manutenção das políticas públicas de apoio e de programas de capacitações 

O Superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Aldo Bona apresentou nesta sexta-feira (23), na Assembleia Legislativa do Paraná, o sistema estadual de ciência e tecnologia ao ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações Marcos Pontes. Participaram da reunião reitores, vice-reitores e pró-reitores de pesquisa e pós-graduação das universidades estaduais.

A reunião promovida pela Comissão de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e coordenada pelo deputado Emerson Bacil serviu para que o ministro Marcos Pontes conhecesse as principais ações e políticas públicas voltadas para a ciência e inovação no Paraná.

“As universidades estaduais tem buscado, cada vez mais, a aproximação com a iniciativa privada e o setor produtivo, gerando empregos e desenvolvimento para o Estado do Paraná. Nosso objetivo é trabalhar em conjunto com o Governo Federal, contribuindo para a criação de produtos inovadores que beneficiem o país”, afirmou o superintendente de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior Aldo Bona.

Atualmente existem cerca de 95 mil estudantes regularmente matriculados nas universidades estaduais do Paraná. As instituições ofertam 381 cursos de graduação, 304 cursos de especialização, 196 cursos de mestrado e 93 cursos de doutorado. Nesse sistema, atuam 7.685 docentes (90% com mestrado e doutorado) e 8.847 agentes universitários.

Segundo o Índice de Inovação dos Estados, lançado em maio, pela Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) o Paraná é o segundo Estado mais inovador do País e também aparece na vice-liderança em investimentos em ciência e tecnologia, atrás apenas de São Paulo.

O ministro Marcos Pontes destacou a perfil inovador do Estado do Paraná. “O Paraná tem se destacado como um dos estados mais inovadores e isso é muito importante. O Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações atua como hub para conectar os esforços de inovação do país e nós tentamos aprender com os casos de sucesso ocorridos no Paraná para levar aos outros estados brasileiros”.

Durante o evento, a presidente da Apiesp e reitora da universidade estadual do Norte do Paraná (UENP) Fátima Padoan entregou ao ministro Marcos Pontes um ofício solicitando a continuidade das políticas públicas de apoio com bolsas auxílio e de programas de capacitações promovidas pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações. “A geração de ciência e tecnologia passa pelas atividades de pesquisa que são desenvolvidas nas universidades, por isso, a manutenção das bolsas é essencial”.

Presenças

Participaram da reunião o reitor da Universidade Estadual de Ponta Grossa Miguel Sanches Neto, o vice-reitor da Universidade Estadual Centro-Oeste (Unicentro) Vitor Hugo Zenette, o vice-reitor da Universidade Estadual de Maringá (UEM) Ricardo Dias da Silva, o pró-reitor de pesquisa e pós-graduação da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) Reginaldo Ferreira Santos, o pró-reitor de pesquisa e pós-graduação da UEPG Giovani Favero e o vice-reitor da Universidade Estadual do Paraná (Unespar) Sydnei Kempa.

Também estiveram presentes representantes da Associação das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação, Software e Internet - Regional Paraná (Assespro-PR); da Superintendência de Inovação da Casa Civil do Paraná; da Superintendência Geral da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná; da Agência Curitiba de Desenvolvimento; da Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar); do Banco Regional do Extremo Sul (BRDE); e da Fomento Paraná.

* Fonte: Assessoria de Imprensa da Seti

uem tv