Tools

2019 08 01 Reuniao so CEP

Matéria foi votada hoje (1º) pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão. A decisão não implica no fim da greve

Galeria de fotos da reunião

 

A retomada do Calendário Acadêmico da Universidade Estadual de Maringá (UEM) foi decidida hoje (1º), por maioria, em reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CEP). Cabe ressaltar que isto não coloca fim à greve, nem estabelece um cronograma de reposição de aulas – matéria que será apreciada ao final do movimento grevista.

O mesmo conselho havia decidido, em reunião no dia 29 de junho, suspender o calendário por causa da greve, que tinha sido deflagrada três dias antes. A decisão tomada nesta quinta-feira (1º) visa atender a renovação de contratos de cem docentes temporários, que estão vencendo, e também a manutenção dos contratos de outros professores temporários até o final do ano.

Ontem (31), o governo publicou o Decreto 2.199/19 autorizando o quantitativo de 18 mil horas semanais de trabalho docente, com a condição de que o calendário esteja em vigor.

Antes da aprovação na reunião de hoje, a matéria foi amplamente discutida pelos conselheiros do CEP e houve oportunidade de os representantes sindicais falarem. As manifestações tiveram como ponto comum a preocupação com a garantia dos direitos dos servidores e da autonomia universitária.