Tools

uem greve

Manutenção dos serviços essenciais é uma das prioridades da Reitoria, conforme legislação

A Reitoria da Universidade Estadual de Maringá se solidariza e reconhece a legitimidade das reivindicações dos docentes e agentes universitários que, em Assembleia Geral Unificada, votaram pela deflagração da greve na UEM a partir desta quarta-feira, dia 26 de junho.

Nossa preocupação agora é manter as atividades essenciais em funcionamento, bem como a preservação do direito de ir e vir, assegurando o acesso à Universidade. Nesse sentido, iremos dialogar com o comando do movimento grevista para, juntos, encontrarmos uma solução possível.

A Reitoria da UEM também se dispõe a contribuir, junto com os demais reitores das universidades estaduais paranaenses, na interlocução com o Governo do Estado buscando sempre o diálogo e a negociação quanto à pauta apresentada pelo movimento grevista, cujo ponto principal é a reposição de parte das perdas salariais.

Julio Cesar Damasceno - Reitor

Ricardo Dias Silva - Vice-Reitor

uem tv