Tools

3 7 2018 p premio

A premiação promovida pela Anpoll tem como objetivo reconhecer o mérito de trabalhos acadêmicos de estudos em linguística

O professor Flávio Brandão Silva, do Departamento de Teorias Linguísticas e Literárias (DTL), da Universidade Estadual de Maringá (UEM), conquistou o Prêmio Luiz Antônio Marcuschi de Teses e Dissertações.

O resultado foi divulgado durante o XXXIII Enanpoll, realizado em junho, pela Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT). Os premiados foram escolhidos com base nas metodologias, originalidade e relevância quanto à contribuição do trabalho para a ampliação dos conhecimentos no campo da Linguística.

Silva conseguiu o primeiro lugar com a tese "A Abordagem da Variação Linguística no Ensino de Língua Portuguesa em Instituições Públicas de Ensino do Estado do Paraná", que foi defendida no ano passado, na Universidade Estadual de Londrina (UEL). O estudo teve orientação da professora Joyce Elaine de Almeida Baronas, do Departamento de Letras Vernáculas e Clássicas, da UEL.

Nesta primeira edição, o prêmio foi concedido a teses e dissertações defendidas entre fevereiro de 2016 e fevereiro de 2018. Foram selecionados três primeiros lugares de cada categoria, dentre 30 teses e 24 dissertações avaliadas, no total de 65 inscritos.

O prêmio é promovido pela Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Letras e Linguística (Anpoll), e tem como objetivo reconhecer o mérito de trabalhos acadêmicos de estudos em linguística.