Tools

A editora da UEM (Eduem) entregou, nesta quinta-feira, quarenta e dois livros para a Escola Milton Santos, localizada em Paiçandu. Os títulos foram escolhidos pela Comissão de Estudo de Viabilização da Implantação do Curso de Graduação em Pedagogia da Terra, que reúne professores da UEM e da escola.

 

A escola oferta o curso técnico de Agroecologia, reconhecido pelo Ministério de Educação (MEC), desde 2003. Mantém parceria com a Escola Técnica da Universidade Federal do Paraná e recebe recursos da Secretaria de Ciência e Tecnologia (SETI). Os alunos são integrantes do Movimento Sem Terra (MST). Em convênio com a UEM, está em tramitação a implantação na escola Milton Santos o curso de Pedagogia da Terra, em nível de graduação.

O coordenador pedagógico da escola, João Flávio Borba, recebeu a doação do assessor de Comunicação Social da UEM, Luiz Donadon Leal. Ele destacou que o “ato faz parte da campanha nacional de doação de livros e que os exemplares serão muito úteis para o engrandecimento das escolas do MST”.

Em seguida, a presidente da comissão de viabilização do curso de graduação, professora Maria de Lourdes Perioto Guhur, agradeceu pelo empenho da administração da UEM e disse que “a comissão espera continuar contando com a Universidade para a doação de novos livros e no processo de aprovação do curso de Pedagogia da Terra”.

A escola Milton Santos se tornou um centro de referência do MST. As pessoas presentes à solenidade de doação puderam participar de uma reunião de cerca de 150 mulheres do Movimento, que passaram os últimos dois dias estudando e debatendo diferentes assuntos, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher.

Estiveram presentes as atividades realizadas na escola as professoras da UEM Maria Aparecida Cecílio e Irizelda Martins de Souza e Silva, que são membros da Comissão de Viabilização do curso de Pedagogia da Terra; o chefe do departamento de Odontologia da UEM, professor André Gasparetto; a representante da coordenação da escola, Aparecida do Carmo Lima; a membro da coordenação Nacional do MST no Paraná, Maria Izabel Grein; e Fabiana Zelinski, presidente da União Paranaense dos estudantes (UPE).

 

uem tv